Mais Lidas

Pregando continuidade

MDB lança Paulo Dantas à reeleição para governador de Alagoas

Governador-tampão tem apoio da família Calheiros e apoia Lula para presidente

acessibilidade:
Governador-tampão de Alagoas, Paulo Dantas, disputa reeleição pelo MDB. Foto: Reprodução YouTube

O MDB oficializou nesta sexta-feira (5) as candidaturas à reeleição do governador-tampão de Alagoas, Paulo Dantas, e do ex-governador Renan Filho ao Senado. Apoiador de Lula (PT) para presidente da República, Dantas terá como vice o ex-governador Ronaldo Lessa (PDT), que apoia Ciro Gomes para o Palácio do Planalto.

Ex-deputado estadual, Dantas assumiu o governo de Alagoas em abril, ao ser eleito indiretamente pela Assembleia Legislativa para suceder Renan Filho, quando este renunciou para disputar uma vaga de senador.

No evento de oficialização de sua candidatura, Paulo Dantas defendeu a continuidade ao projeto iniciado pelo ex-governador Renan Filho, exaltando as realizações de seu padrinho político e prometendo fazer mais por quem mais precisa.

“Sou de trabalhar junto ao povo, sou de olhar nos olhos das pessoas e saber o que elas precisam. Essa convenção é a confirmação de estou no caminho certo para deixar Alagoas no topo, lugar de onde nunca deveria ter saído. É bater no peito e ter a certeza que estou dando o meu melhor pelo povo alagoano. É daqui para melhor”, disse Paulo Dantas, durante a convenção do MDB, em uma casa de eventos do bairro de Jaraguá, em Maceió.

Com 43 anos, Paulo Dantas é produtor rural formado em administração de empresas pelo Cesmac. O candidato já foi prefeito de Batalha e é filho de Luiz Dantas, que já foi secretário estadual, deputado federal e estadual, tendo presidido a Assembleia Legislativa.

Sua coligação é formada pelo MDB, PDT, PT, PV, PC do B, Podemos, PSC, Avante e Solidariedade.

Além de Paulo Dantas, já oficializaram candidatura o ex-prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSD), e o senador Rodrigo Cunha (União Brasil). O senador Fernando Collor também disputará o governo de Alagoas pelo PTB, e marcou para as 17h a oficialização de sua candidatura em convenção partidária.

Reportar Erro