Narrativa do golpe

Lula diz que espera resultado de investigações ‘no tempo mais rápido possível’

Presidente afirmou que 8 de janeiro não aconteceria ‘sem Bolsonaro’

acessibilidade:
O presidente da República Luís Inácio Lula da Silva. (Foto: Agência Brasil)

O presidente Luís Inácio Lula da Silva segue com o discurso de tentativa de golpe sobre o 8 de janeiro e não perdeu tempo para comentar as buscas e apreensões realizadas pela Polícia Federal contra a alta cúpula do Partido Liberal (PL), seu maior adversário durante as últimas eleições.

“Tem muita gente que vai ser investigada, porque um dado concreto é que houve uma tentativa de golpe, houve uma política de desrespeito à democracia, houve uma tentativa de destruir uma coisa que nós construímos há tantos anos que é o processo democrático e essa gente tem que ser investigada”, disse Lula pouco depois da deflagração da operação.

Acostumado com menções insistentes ao antecessor, Jair Bolsonaro, Lula disse: “o cidadão que estava no governo não estava preparado para ganhar, não estava preparado para perder, não estava preparado para sair, tanto é que não teve nem coragem de me dar posse, foi embora chorando para os Estados Unidos, porque ele deve ter participado da construção dessa tentativa de golpe”.

E completou: “vamos esperar as investigações. Eu espero que no tempo mais rápido possível a gente possa ter o resultado do que foi que verdadeiramente aconteceu no Brasil”.

Perguntado sobre eventual participação de Bolsonaro sobre os atos do 8 de janeiro, Lula disse que “não teria acontecido sem ele”.

Reportar Erro