Asa Norte

Homem baleado após avançar contra a PM com faca segue em observação

O Diário do Poder ouviu policiais sobre as circunstâncias da ocorrência

acessibilidade:
A imagem mostra o homem deitado após ser atingido no abdômen. Ao seu lado está sua mãe e policiais da guarnição que atendeu a ocorrência.

O Diário do Poder ouviu policiais ligados ao 3° Batalhão da Polícia Militar do Distrito Federal, responsável pela região da Asa Norte, sobre a ocorrência em que um homem, armado com uma faca, avançou contra uma guarnição da PMDF, em condomínio residencial na quadra 715. As imagens do homem sendo baleado após correr em direção aos policiais, portando a faca, ganharam a internet e as manchetes.

Nesta segunda-feira (25), os policiais ouvidos pela redação informaram que o morador da asa norte, de aproximadamente 28 anos, foi socorrido no Hospital de Base de Brasília, sem risco à vida.

“O Rapaz alvejado foi socorrido no HBB e estava bem, sem risco à vida dele. Quase foi liberado pelo médico após seu atendimento. Porém, ficou em observação até o desfecho na delegacia. Foi feita ocorrência de Resistência e Tentativa de Lesão Corporal, pois o rapaz investiu contra a equipe policial. A mãe e o pai disseram que estavam tentando providenciar a reinternação. O registro policial que envolve atuação da guarnição  é necessário, como de fato foi feito”, detalharam os policiais ouvidos pelo DP.

Eles acrescentaram que pessoas detidas em aparente surto psicótico só não serão acusadas criminalmente mediante a apresentação de laudo que ateste alterações cognitivas ou problemas psíquicos.

A Polícia Civil informou que ainda consta no sistema da corporação o encaminhamento do homem que atacou os policiais ao Hospital de Base, sendo este o último status sobre o caso, o que significa ele ainda não foi ouvido por um dos delegados de Polícia Civil da Asa Norte.

Ocorrência

Em nota, a PMDF informou que a equipe em questão foi acionada para uma ocorrência de violência doméstica, quando teria sido avisada pelo porteiro sobre gritos no apartamento em que o ataque aos policiais viria a ocorrer. “Com o objetivo de impedir a agressão e deter o indivíduo, um policial efetuou um disparo, atingindo o homem na região abdominal”.

A nota da polícia também acrescenta, segundo a mãe biológica do rapaz, que ele é “usuário de drogas, já tendo sido internado várias vezes para tratamento, e que fazia ameaças a todo o tempo”. A PMDF destacou que ele foi socorrido, imediatamente, pelos próprios policiais. “O homem atingido permanecia consciente o tempo todo, porém, psicologicamente alterado e exaltado, pedindo desculpas à equipe policial”, completou a ASCOM da Polícia Militar.

Reportar Erro