Mudanças

Lula troca comando da PF em 18 estados e exonera 26 superintendentes da PRF

Delegado que investigou caso Marielle vai assumir superintendência da PF do Rio; comandos da PRF não foram anunciados

acessibilidade:

O governo do presidente Lua (PT) exonerou 26 dos 27 superintendentes estaduais da Polícia Rodoviária Federal na noite desta quarta-feira, 18, além de fazer uma grande mudança no comando da Polícia Federal nos estados, com a troca de 18 superintendentes regionais.

Na PRF, o único que foi mantido no cargo foi o chefe interino da PRF do Piauí, Jairo Lima. Um dos dispensados é Virgílio de Paula Tourinho, da unidade da Bahia. Ele chegou a ser intimado pela justiça eleitoral, durante o segundo turno das eleições, por causa das operações no estado que dificultaram o voto de muitos eleitores no estado, que é um reduto petista.

O diretor-geral da corporação, Silvinei Vasquez, já havia sido alterado pelo ministro da Justiça, Flávio Dino, no início do mês, após suspeitas de que não estaria cumprindo suas funções no comando de seu efetivo para desmobilizar e impedir manifestações e bloqueios em rodovias federais que ocorreram logo após a eleição do presidente Lula, no final de 2022.

As exonerações na PRF foram publicadas em uma edição extra do “Diário Oficial da União”. Nenhuma nomeação dos substitutos foi informada, nem publicada, até o momento.

Na mesma edição do documento, que é assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa, também foi oficializada a troca de chefia da PF, que recebe novos comandos nos Estados de Alagoas, Amazonas, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

A lista de novos diretores inclui o delegado Leandro Almada da Costa, que já investigou o assassinato da vereadora Marielle Franco e, agora, vai comandar a Polícia Federal no Rio.

Veja a lista completa:

  • Alagoas: Luciana Paiva Barbosa;
  • Amazonas: Umberto Ramos Rodrigues;
  • Goiás: Marcela Rodrigues de Siqueira Vicente;
  • Maranhão: Sandro Rogério Jansen Castro;
  • Mato Grosso: Ligia Neves Aziz Lucindo;
  • Mato Grosso do Sul: Agnaldo Mendonça Alves;
  • Minas Gerais: Tatiana Alves Torres.
  • Pará: José Roberto Feres;
  • Paraíba: Christiane Correa Machado;
  • Paraná: Rivaldo Venâncio;
  • Pernambuco: Antonio de Pádua Vieira Cavalcanti;
  • Rio de Janeiro: Leandro Almada da Costa;
  • Rio Grande do Norte: Larissa Freitas Carlos Perdigão;
  • Rondônia: Larissa Magalhães Nascimento;
  • Santa Catarina: Aletea Vega Marona Kunde;
  • São Paulo: Rogério Giampaoli;
  • Sergipe: Aline Marchesini Pinto;
  • Tocantins: Reginaldo Donizetti Gallan Batista.