Mais Lidas

Mandado de segurança

Justiça suspende licitação de empresa para atuar no Na Hora

Empresa alega que cumpriu a todos os requisitos do edital

acessibilidade:

A licitação para contração de empresa que preste serviço para os postos do Na Hora foi cancelada por determinação da 3ª Vara da Fazenda Publica do Distrito Federal. Essa é a segunda vez que o processo é paralisado.

O motivo da suspensão foi um mandado de segurança ajuizado pela ATP Tecnologia e Produtos, contra a Subsecretaria de Licitações da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão, por tê-la desclassificado da concorrência. A empresa alega solicitou a suspensão para não ser prejudicada, já que atende a todos os requisitos do edital.

As seis agências do Na Hora, Rodoviária do Plano Piloto, Sobradinho, Ceilândia, Gama, Riacho Fundo e Gama oferecem os serviços de emissão de carteira de identidade, passaporte e certidão negativa do Tribunal de Justiça. O cidadão encontra nos locais alguns órgãos como a Defensoria Pública e a Polícia Rodoviária Federal.

Em 2015, devido o encerramento do contrato emergencial do GDF, com a empresa B2BR, as unidades foram fechadas.