Mais Lidas

Península dos Ministros

Justiça nega novo recurso e desobstrução do Lago Paranoá continua

STJ nega recurso e desobstrução na Península dos Ministros segue

acessibilidade:

O pedido para suspensão das derrubadas em áreas verdes na Península dos Ministros foi negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). A região, que abrange a QL 12 do Lago Sul, faz parte do projeto para desobstruir a orla do Lago Paranoá.

A desobstrução faz parte de um acordo entre o governo do DF e o Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT). A ação começou em 24 de agosto de 2015 e foi dividida em quatro etapas. O projeto é coordenado pela Agência de Fiscalização (Agefis) e pelo Ibram. As áreas que cercam o Lago Paranoá são consideradas Área de Preservação Permanente (APP), sendo proibidas, dessa forma, construções próximas de sua margem.

Reportar Erro