Mais Lidas

Sob pressão

João Batista pede exoneração e deixa Secretaria de Saúde

O nome do novo secretário será conhecido na tarde de hoje

acessibilidade:

O secretário de Saúde do DF, João Batista de Souza, não resistiu à pressão e deixou o cargo nesta quarta-feira (22). O nome do novo secretário será conhecido na tarde de hoje (23). A Secretaria de Saúde informou a saída de Batista por meio de nota.

Batista deixou a pasta após encerrar a 9ª Conferência de Saúde do DF, nos últimos dias 20  e 21. “Cumpri uma etapa importante para o desenvolvimento da Saúde, que se encerrou com essa conferência. Sou muito grato ao governador pela confiança."

Para Rollemberg, o secretário foi fundamental em um período de grande crise. “Agradeço profundamente ao dr. João Batista e sua equipe pelo que fizeram até aqui. Ele teve a capacidade e a coragem de assumir a Saúde com todas as dificuldades existentes. Sempre demonstrou espírito público e compromisso com a nossa cidade."

Caos na Saúde

Antes mesmo de começar o governo, Rodrigo Rollemberg  teve uma baixa na Secretaria de Saúde. O escolhido para chefiar a pasta, Ivan Castelli, desistiu de assumir o cargo. Segundo ele, por problemas pessoais. Às pressas, João Batista foi chamado para enfrentar o desafio. O governo tinha em mãos uma bomba relógio.

A Saúde do DF já estava em crise. Hospitais sem médicos e com equipamentos quebrados e sem manutenção, falta de medicamentos, entre outros. Desde janeiro, o DF vive uma situação de emergência, prorrogada por mais 180 dias na última semana.

Áudio

No último dia 15, o então secretário se envolveu em uma polêmica ao confirmar casos de infeção por superbactérias e afirmar que isso é “comum”. Em um áudio gravado durante reunião na secretaria, Batista diz que pelo menos oito hospitais estão infectados. “Não é um problema do DF. Aqui não está diferente do mundo”, disse.   

 

Reportar Erro