Maceió Praias Belas

JHC anuncia R$ 200 milhões contra línguas sujas no mar de Maceió

Investimento anunciado pelo prefeito visa vai garantir melhorias na saúde pública e no turismo

acessibilidade:
Prefeito JHC apresentou projeto para despoluir as praias de Maceió. Foto: Itawi Albuquerque/Secom Maceió

O prefeito de Maceió, João Henrique Caldas, o “JHC” (PSB), apresentou nesta segunda-feira (5), o Programa Maceió Praias Belas, com o objetivo de eliminar as línguas sujas que poluem as praias da capital alagoana. E destacou que o lançamento do programa é um marco histórico em Maceió, que só foi possível graças ao equilíbrio fiscal feito pela atual gestão para conseguir recursos para grandes obras.

“Hoje temos a alegria de apresentar o projeto de eliminação das línguas sujas. Nunca se pensou num projeto tão complexo, um projeto caro, mas necessário e que diz respeito à saúde pública. Os impactos negativos dessas línguas sujas são inúmeros. Vamos investir R$ 200 milhões que vão gerar muitos benefícios para nossa economia. Isso vai repercutir na iniciativa privada. Com novos empreendimentos que vão surgir, as pessoas vão vir investir e é disso que Maceió precisa”, expôs o prefeito.

O programa vai coletar e dar destinação correta para as águas de drenagem que chegam nas praias contaminadas com esgoto e poluição difusa, vai recuperar a estrutura e desobstruir as galerias de drenagem que deságuam nas praias da Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca, ampliando a vida útil e melhorando as condições de escoamento das águas da chuva.

Para isso, vai ser criado um emissário submarino próximo ao Porto de Maceió com um quilômetro dentro do mar com diâmetro de um metro. Todas as águas pluviais serão direcionadas para esse único ponto e lançado direto no mar, com a utilização de difusores.

A obra vai trabalhar com tamponamentos das ligações clandestinas, desassoreamento de galerias e restauração das existentes.  Serão investidos cerca de R$ 200 milhões nas obras que devem ser iniciadas em abril de 2023. Para tanto, a gestão assegurou uma operação de crédito a ser contratada junto ao Banco Regional de Brasília (BRB).

O vice-presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas (Ademi/AL), Hugo Dâmaso, durante sua fala, afirmou que não entendeu por que um projeto como este não era tido como prioridade em gestões anteriores.

“Estou no mercado imobiliário há mais de 20 anos e não consegui entender como nossos antigos gestores não enxergavam isso como uma prioridade. Eu e todos os setores ficamos muito satisfeitos, porque esse projeto está sendo prometido sem ser em período de campanha e em 20 anos nunca tinha visto isso acontecer. A Ademi vai colaborar no máximo que puder. Parabéns pela iniciativa”, disse. (Com informações da Secom Maceió)