Mais Lidas

Universo mítico

Jardim Botânico recebe mostra de artesanato dos Kaypó Mekrãgnoti

A exposição será inaugurada na quinta-feira (14)

acessibilidade:

Será inaugurada, nesta quinta-feira (14), no Centro de Excelência do Cerrado, do Jardim Botânico, a exposição A Arte do Povo Kayapó Mekrãgnoti. A mostra trará artesanatos utilitários, ritualísticos, decorativos e funcionais feitos com materiais variados: madeiras, fibras, cipós e outros recursos naturais. Parceria com o Instituto Kabu- organização social sem fins lucrativos criada e dirigida pelos kayapó mekrãgnoti — o evento integra a programação do XVI Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros, que ocorrerá de 15 a 30 de julho na Vila de São Jorge, na Chapada dos Veadeiros (GO).

A produção dos kayapó mekrãgnoti, povo das regiões do Pará e de Mato Grosso, inclui formas próprias que definem os espaços de vida dos homens e de mulheres das tribos. A confecção e o uso dos artefatos, no caso das mulheres, comumente refere-se às coisas da casa e de seus arredores. A dos homens, por sua vez, está relacionada à caça e à luta. Ambas demonstram conhecimento sobre o manejo de espécies vegetais, transporte e armazenamento de matérias-primas.

Durante a solenidade de abertura, na quinta-feira (14), às 19h30, haverá o lançamento do Catálogo da Arte do Povo Kayapó e apresentações de danças e cantos tradicionais daquele povo. A mostra apresentará resultados de mais de cinco anos de atividades do projeto de valorização da arte kayapó do Instituto Kabu. O programa tem o objetivo de aproximar as pessoas do universo mítico, ritual e simbólico de seu povo.

Cerratenses — Centro de Excelência do Cerrado

Inaugurado em setembro de 2015 no Jardim Botânico de Brasília, o Centro de Excelência do Cerrado — Cerratenses é um espaço de pesquisa e preservação do bioma que abrange quase 24% do território nacional e que predomina na região Centro-Oeste.

Fruto da parceria do governo de Brasília e o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade do Cerrado e Caatinga, administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o espaço tem área de 1.622 metros quadrados e conta com laboratório multidisciplinar, biblioteca digital e herbário virtual, além de áreas para exposições, seminários, palestras e apresentações.

A Arte do Povo Kayapó Mekrãgnoti
Abertura
14 de julho (quinta-feira) às 19h30
Visitação
Até 14 de agosto
De terça a domingo
Das 9 às 17 horas
Centro de Excelência do Cerrado, no Jardim Botânico de Brasília
(Setor de Mansões Dom Bosco, Área Especial, Lago Sul)
Entrada: R$ 5 (menores de 12 anos, idosos e pessoas com deficiência não pagam)
Mais informações: (61) 3366-2141