Estranha hesitação

Janaína critica demora de Doria contra coronavírus: ‘é caso de perda de cargo’

Deputada estadual disse ter pedido cancelamento de eventos e aulas, "mas ele riu na minha cara"

acessibilidade:
Deputada estadual disse ter pedido cancelamento de eventos e aulas, "mas ele riu na minha cara". Foto: EBC

A deputada Janaína Paschoal (PSL) revelou na Assembleia Legislativa que na quinta-feira (12) implorou pessoalmente ao governador de São Paulo, João Dória, para que adotasse medidas de combate ao coronavírus, cancelando eventos e suspendendo aulas, “mas ele riu na minha cara”, afirmando que suas decisões são “técnicas”. Ela disse que se houver um colapso no sistema de saúde pública de São Paulo, Dória deveria perder o cargo pela prática do crime de responsabilidade. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Ela disse que dias depois, já no fim de semana, João Doria tomou algumas medidas contra o coronavírus, que ela considera insuficientes.

A deputada criticou também Bolsonaro por estimular manifestações, no domingo (15), e até cumprimentar populares. “É um atraso”, disse.

Jurista, Janaína advertiu que autoridades estão sujeitas a acusação de homicídio doloso quando não adotam medidas para impedir mortes.

É bom lembrar que Janaína conhece o caminho das pedras: ele dividiu com Hélio Bico a autoria do processo de impeachment de Dilma.

Reportar Erro