Anatel

Idec pede suspeição de diretor ‘amigo’ de pareceirista de operadoras

Conselheiro Alexandre Freire assina artigos com parecerista e é chamado de amigo por Ricardo Campos

acessibilidade:
Alexandre Freire (E), o conselheiro da Anatel, e seu amigo Ricardo Campos (D).

O Instituo de Defesa de Consumidores (Idec) enviou ofício ao presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Carlos Manuel Baigorri, pedindo a suspeição e análise de suposta falta grave do conselheiro Alexandre Freire.

O Idec listou uma série de artigos publicados em conjunto por Freire e Ricardo Campos em jornais e sites noticiosos. Campos assina um parecer em um processo que tramita na Anatel e envolve as empresas Tim, Oi, Telefônica Brasil e Claro. Freire acabou pedindo vista do processo, o que retarda o avanço do processo na agência.

O assunto é tema da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder, na edição desta terça-feira (4).

Artigo da dupla chegou a ser divulgado pelo próprio site institucional da Anatel. Além de artigos assinados em conjunto, o Idec sugere relação de proximidade entre Freire e Campos ao destacar publicação de Campos em que se refere a Freire como “amigo”. A postagem foi feita no perfil do parecerista no Linkedin.

Para o Idec, ao não ter declarado suspeição, o conselheiro pode ter incorrido em falha grave por suposto conflito de interesses e pede que a conduta de Freire seja investigada pela Anatel.

O Diário do Poder procurou a Anatel. A reportagem será atualiza quando houver manifestação da agência ou do conselheiro.

Reportar Erro