Mais Lidas

Crime ambiental

Homem destrói cerca e invade área de proteção ambiental na Praia do Marceneiro

Condutor deve responder por crime ambiental e dano ao patrimônio público

acessibilidade:

O Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE/AL) pediu a abertura de um inquérito pela Polícia Civil de Passo de Camaragibe para apurar o crime ambiental cometido por um homem que destruiu a cerca ecológica da Praia de Marceneiro e invadiu a Área de Proteção Ambiental (APA) com um carro e uma lancha. 

O condutor já foi multado pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) e deve responder por crime ambiental e dano ao patrimônio público. O veículo do homem foi recolhido e a multa chega a mais de R$ 29 mil. 

No momento, os moradores chamaram as Polícias Civil e Militar e o IMA e fizeram fotos e filmagens do ocorrido, o que, para o promotor Thiago Chacon, já comprova a materialidade dos crimes. Segundo o promotor, o inquérito será instaurado nesta segunda (11) para que haja uma apuração formal do ocorrido.

A barreira de proteção na região é ecologicamente correta, feita com coqueiros, e foi colocada em novembro depois de um ajustamento de conduta firmado entre o MPE/AL; as Polícias; o IMA; os Poderes Executivo de Passo, Milagres e Porto de Pedras; o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio); o Corpo de Bombeiros e representantes da sociedade civil organizada.

Reportar Erro