Saúde na delegacia

Grávidas apelam à polícia por vaga na rede pública de saúde

Grupo só conseguiu internação com ajuda da polícia civil

acessibilidade:

A falta de leitos na rede pública de saúde virou caso de polícia, em Alagoas. Mulheres grávidas necessitando de atendimento médico na terça (9) e nesta quarta-feira (10) denunciaram o problema à Polícia Civil.

Ao menos dez mulheres registraram ocorrência e pediram o apoio da polícia para tentar obter internação, segundo informaram plantonistas da Central de Flagrantes.

O problema de falta de vagas, até mesmo para gravidez de alto risco, foi constatado pelas gestantes na Maternidade Escola Santa Mônica, na Maternidade Nossa Senhora da Guia, no Hospital Universitário e no Hospital do Açúcar, nem para de alto risco.

Com apoio da polícia, algumas mulheres conseguiram internação por meio do Complexo Regulador de Maceió (Cora), mas a maioria precisou que agentes fossem com elas até unidades de saúde.

Reportar Erro