Mais Lidas

GREVE ILEGAL

Governo Renan Filho propõe trégua de oito dias à greve no Detran

Promessa de atrelar salário à arrecadação pode dar fim à greve

acessibilidade:

Com a promessa de atrelar o padrão salarial ao nível de arrecadação do órgão, o governo de Renan Filho (MDB) propôs nesta segunda-feira (26) uma trégua de uma semana aos servidores do Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL), que mantém uma greve desde o 1º deste mês de fevereiro, declarada ilegal pela Justiça na semana passada.

A proposta foi feita em audiência de conciliação entre representantes do sindicato da categoria e a Direção do Detran, no gabinete do desembargador Tutmés Airan, no Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL).

A categoria apreciará a proposta em assembleia marcada pelo sindicato para a próxima quarta-feira (28). E uma nova audiência de conciliação foi marcada para o dia 8 de março.

Desembargador Tutmés conduziu audiência (Foto: Caio Loureiro/TJ)Os funcionários que suspenderam todos os serviços do Detran no dia 1º cobram o respeito à autonomia administrativa e financeira da autarquia estadual, ampliação de 28% no piso salarial, a realização de concurso público para pelo menos mais 210 vagas, bem como a implantação de um plano de cargos e carreiras (PCC) que garantiria 15% de progressão salarial, cobrada desde o início do governo de Renan Filho.

O desembargador Tutmés Airan acredita que foram discutidas propostas que podem levar ao fim desta greve e evitar que outras aconteçam. “A discussão é referente ao fato de atrelar o salário dos servidores do Detran a um nível de produtividade que eles apresentem no cotidiano. Isto é, quanto mais o Órgão arrecadar, mais isso refletirá no salário da categoria”, explicou o desembargador.

O presidente do Sindicato dos Servidores do Detran de Alagoas (Sinsdal), Roberto Martins, destacou a importância do Judiciário na condução de um acordo.

“Nós faremos um esforço em passar para a categoria e dar um voto de confiança ao Governo para que a gente possa distensionar e ter a possibilidade de, quem sabe, daqui a oito dias encontrar um entendimento. Se houver uma solução, ela terá perpassado pela mediação do desembargador [Tutmés]]”, ressaltou o presidente do sindicato.

O presidente-diretor do Detran, Antônio Carlos Gouveia, participou da audiência e afirmou ter interesse em chegar a um acordo e encerrar a greve para que os serviços voltem a ser prestados à população. (Com informações da Dicom TJ)

Vídeos Relacionados