Estado devastado

Governo anuncia crédito de R$51 bilhões para a recuperação do Rio Grande do Sul

Anúncios envolveram também antecipação do abono salarial e pagamentos do Bolsa Família e Auxilio Gás

acessibilidade:
Anuncio de medidas de socorro do governo federal para o Rio Grande do Sul no Palácio do Planalto.

Na coletiva de imprensa de hoje (9) no Palácio do Planalto o governo federal anunciou medidas de apoio ao Rio Grande do Sul.

O montante de recursos é de R$51 bilhões, com impacto primário de R$7,6 bilhões.

O anúncio feito pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad, com foco nos trabalhadores assalariados, beneficiários de programas sociais, empresas e produtores rurais.

Medidas anunciadas pelo governo federal:

  • Antecipação do pagamento do abono salarial
  • Liberação de duas parcelas adicionais do seguro-desemprego
  • Prioridade no pagamento da restituição do Imposto de Renda
  • Antecipação dos pagamentos dos auxílios do bolsa família e do vale gás
  • Aporte de R$ 200 milhões para reconstrução da infra-estrutura
  • Aceleração da aprovação de crédito para 14 municípios
  • R$ 4,5 bilhões no Fundo Garantidor de Operações que pode alavancar R$ 30 bilhões para empresas de microempresas e empresas de pequeno porte
  • 1 bilhão para subvenção de juros no Pronampe
  • R$ 500 milhões para alavancagem de crédito no Programa Emergencial de Acesso ao Crédito
  • Prorrogação de tributos no Simples Nacional
  • Dispensa da apresentação da Certidão Negativa de Débitos
  • R$ 1 bilhão para subvenção de juros do Pronaf e Pronamp

 

Medidas anunciadas pela Caixa Econômica Federal:

  • Fundo Socioambiental: R$30 milhões para projetos que visem recompor perdas materiais e capacidade produtiva das famílias.
  • FGTS calamidade: dispensa do intervalo mínimo de 12 meses para novo saque.
  • Bolsa Família: antecipação do pagamento Bolsa Família para 17/05, independente do final do número do NIS.
  • Ações de voluntariado: apoio a campanha “SOS Enchentes RS” da ONG Moradia e Cidadania, composta por empregados e ex-empregados que já arrecadou 709 mil reais.
  • 05 Agências Caminhão: de 10 a 16/05 serão direcionados 5 Caminhões Agências para apoio ao atendimento.
  • Atendimento Essencial: manutenção de mais de 50% da rede de atendimento em operação para serviços essenciais.

 

Além de condições especiais nas medidas de crédito

 

O governo ainda previu a criação de um escritório de projetos para dar celeridade a obras de infraestrutura, como construção de pontes e reabilitação de estradas.

Haddad ainda adiantou que na próxima segunda-feira (13), o governo federal deverá anunciar novo pacote de ajuda destinado ao estado do Rio Grande do Sul. 

Reportar Erro