Mais Lidas

Reforço na saúde

Governo do Distrito Federal assina ordem de serviço para construção das sete UPAs

Serão contempladas as cidades de Brazlândia, Paranoá, Gama, Ceilândia, Vicente Pires, Riacho Fundo II e Planaltina

acessibilidade:
Cabe a UPA, que funciona por 24h, prestar o primeiro atendimento aos casos emergenciais Foto: Agência Brasília

Nesta quarta-feira (08), o Governo do Distrito Federal (GDF) assinou a ordem de serviço para a construção de mais sete Unidades de Pronto Atendimentos (UPAs), nas cidades de Brazlândia, Paranoá, Gama, Ceilândia, Vicente Pires, Riacho Fundo II e Planaltina.

Participaram do ato, além do governador do DF, Ibaneis Rocha, o secretário de Saúde, Francisco Araújo e o diretor-presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde, Sérgio Costa e o secretário da Casa Civil.

O DF já contempla com essas unidades a população das cidades de Ceilândia, Núcleo Bandeirante, Recanto das Emas, Samambaia, São Sebastião e Sobradinho.

Cabe a UPA, que funciona por 24h, prestar o primeiro atendimento aos casos emergenciais, estabilizando os pacientes e realizando a investigação diagnóstica inicial, definindo, em todos os casos, a necessidade ou não, de encaminhamento a serviços hospitalares de maior complexidade.