Mais Lidas

Reajuste de 11,75%

Governo anuncia salário mínimo de R$ 905 em 2015

Reajuste para 2015 é superior ao do mínimo nacional previsto para o ano que vem, de R$ 788,06

acessibilidade:

O salário mínimo no estado de São Paulo deve subir de R$ 810 para R$ 905 em 2015. Projeto de lei encaminhado em regime de urgência pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) à Assembleia Legislativa nesta segunda-feira, 1, prevê reajuste de 11,75%. O percentual é superior ao do mínimo nacional previsto para o ano que vem, que passou dos atuais R$ 724 para R$ 788,06 – aumento de 8,8%.

Segundo Geraldo Alckmin, o reajuste ocorre porque o estado recebe pessoas de todo o país e tal aumento valoriza o trabalho delas. “A valorização do piso é muito importante porque estamos falando de categorias menos organizadas. Isso ajuda também a economia, pois as conquistas dos trabalhadores refletem em toda a sociedade”, ressaltou o governador. Se aprovado pelos deputados, o aumento entra em vigor em 1º de janeiro do ano que vem.

Hoje, nenhum trabalhador pode receber menos de R$ 810 em São Paulo. Ainda há outras duas faixas de salário mínimo: R$ 820 e R$ 835. Atendendo a um pedido de centrais sindicais, Alckmin aumentou o mínimo para as duas faixas. A primeira, se aprovada pela Assembleia, será de R$ 905 (para domésticos, agropecuários, ascensoristas, motoboys). A segunda, de R$ 920 (para operadores de máquinas, carteiros, cabeleireiros, trabalhadores de turismo, telemarketing).

A estimativa do governo é de que cerca de 8 milhões de pessoas no estado se beneficiem com o aumento.

Vídeos Relacionados