Mais Lidas

Transporte individual

GDF regulamenta serviços de táxi pré-pago e executivo

Mobilidade também publicou pré-edital para novas concessões

acessibilidade:

Distrito Federal ganhou mais dois serviços de transporte individual, o táxi pré-pago e o executivo, que foram regulamentados nesta sexta-feira (30), conforme publicação do Diário Oficial do DF (DODF).

Segundo o secretário de Mobilidade, Fábio Ney Damasceno, “A chegada do Uber modernizou o transporte individual. Além disso, Brasília é uma cidade com turismo de negócios, com pessoas que preferem algo mais privado e discreto”.

Entretanto quem optar por esses serviços vai pagar mais caro, o valor poderá ser até o dobro da bandeira 1, R$ 2,85, para o serviço executivo. Já os táxis pré-pagos poderão cobrar até 28% a mais na corrida.

No serviço de táxi pré-pago, o passageiro poderá fazer o pagamento em cartão de crédito ou débito nos guichês de atendimento, que estarão localizados no Aeroporto JK, shoppings, hotéis, e outros pontos de negócios e turismo. O percurso e o preço da corrida são estipulados antes da saída.

Quem optar pelos táxis executivos, terá o comodismo de carros sedan ou SUV com bancos de couro. Apesar do valor da corrida pode ser o dobro da bandeira 1, fica a critério do taxista conceder o desconto ou não.

Novas Concessões

Também foi publicado no DODF o pré-edital de licitação para novas concessões de táxi no Distrito Federal. A preferência será dos taxistas com mais tempo de praça, com veículos mais novos, com porta-malas grande e com menos pontos na carteira de habilitação. Entretanto ainda não foi definido o número de novas permissões, segundo Damasceno, será definido após estudo que aponte a necessidade de novas placas.

Reportar Erro