Mais Lidas

Eleições em Maceió

Galba pode superar Wanderley e se tornar vice de Ciço

Galba cava espaço de vice em Maceió cobrando fidelidade ao PMDB

acessibilidade:

A fidelidade política do cardiologista e ex-governador José Wanderley Neto à família Calheiros sempre o habilitou a figurar como nome forte para fechar a chapa majoritária do PMDB para a sucessão da Prefeitura de Maceió, encabeçada pelo deputado federal e ex-prefeito Cícero Almeida. Porém, boa parte da base peemedebista tem visto a mesma característica no deputado estadual Galba Novaes (PMDB), que vem se fortalecendo para a composição como vice do polular Ciço.

No contexto atual da disputa silenciosa e cautelosa pela posição de vice na chapa apoiada pelo presidente do Senado Renan Calheiros e pelo governador Renan Filho, o deputado Galba foi o único a não “pulverizar apoio", ao posicionar suas estratégias para o pleito. Depois de deixar o PRB e ingressar no PMDB, ao contrário de outros pretendentes, o parlamentar que já presidiu a Câmara de Maceió centrou seu capital político somente no apoio a Cícero Almeida, e sintonia total com o Palácio dos Palmares e o presidente do Senado.

 Os demais pretendentes na indicação do vice têm feito jogo duplo. O primeiro exemplo é o vereador peemedebista Antônio Holanda, que demarcou território com o filho e deputado estadual Dudu Hollanda (PSD) ao lado da candidatura de Almeida, mas declarou apoio à reeleição do prefeito Rui Palmeira (PSDB).

A outra casta da família Holanda também tem o novo peemedebista Chico Holanda com Almeida e o vereador Chico Filho com Rui.

O suplente de deputado estadual Cícero Cavalcante é outro peemedebista que teve sua base dividida, após a decisão de seu genro e presidente da Câmara de Maceió, Kelmann Vieira, deixar o PMDB e ingressar no PSDB, irritando profundamente os Calheiros. Movimento que fez ruir o propósito do aliado histórico de Renan de indicar sua filha, a ex-deputada estadual Flávia Cavalcante, para vice de Almeida.

Além de demarcar seu próprio território numa só trincheira de luta, com o pré-candidato do PMDB, Galba Novaes tem buscado pressionar os aliados pelo voto de fidelidade, o que tem agradado Renan Calheiros e o próprio Cícero Almeida.

Há quem diga que Galba queira emplacar seu filho, o vereador Galba Netto, como vice. Mas a possibilidade sequer foi ventilada entre quem discute com poder de decisão sobre o assunto.

Ajuda quem não atrapalha

Sem condenações na Justiça, nem envolvimento em escândalos da dimensão daqueles com que lidam seus aliados, Galba tem eleitorado fiel na parte alta da capital, graças ao assistencialismo do instituto que mantém. A força política é comparável à de outro cotado, o vereador Silvânio Barbosa (PMDB). Mas este responde a denúncias de quebra de decoro parlamentar por ameaçar colegas de plenário, Fátima Santiago (PP) e Chico Filho (PP), durante sessões da Câmara.

Wanderley também tem serviços prestados na cardiologia e a simpatia do eleitor. Mas a recente investida da Operação Lava Jato com busca e apreensão em sua residência não ajuda a afastar o peso das denúncias contra Cícero Almeida.

Galba está disposto a pagar o preço da fidelidade a Cícero Almeida e Renan Calheiros, em um momento em que ambos estão envolvidos nos respectivos escândalos da Máfia do Lixo e do Petrolão.

Apesar de a política ser campo fértil para as surpresas, Galba tem grandes chances de ser recompensado, se resistir fortalecido até o final deste período de convenções, que começa nesta quarta-feira (20).