Mais Lidas

a pedido do partido

Sabará tem candidatura indeferida e diz que “já esperava” expulsão do Novo

A candidatura foi indeferida após a vice da chapa de Sabará, Marina Helena, desistir de concorrer às Eleições 2020

acessibilidade:
Após desistência da vice, Maria Helena, Sabará tem candidatura indeferida por Justiça eleitoral. Foto: Divulgação

Concorrendo à Prefeitura de São Paulo, Filipe Sabará teve sua candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral de SP na noite deste domingo (25). O candidato alega perseguição sobre expulsão do partido Novo devido a inconsistências em seu currículo, “fui expulso por não aceitar ser obrigado a pensar como um dos fundadores”, diz Sabará em nota.

A Justiça decidiu após Marina Helena (Novo), candidata à vice de Sabará, desistir de concorrer às eleições e o partido não indicar um substituto. O TRE-SP atendeu ao pedido do partido Novo, ao qual Filipe era filiado, que solicitava a exclusão da candidatura baseado na norma legal que considera as chapas como indivisíveis, sendo assim, sem a indicação de um substituto ao cargo de vice, Filipe Sabará não poderia concorrer às eleições.

Sabará foi expulso do partido Novo após passar por processo administrativo na Comissão de Ética Partidária. “Não há inconsistências em meu currículo, pelo contrário, passei a juventude estudando, me capacitando e trabalhando muito para construir ferramentas que promovem oportunidades reais para as pessoas que mais precisam”, diz Filipe por nota.

O candidato afirma também que sua expulsão foi motivada por desavenças com o criador do Novo, João Amoedo. “Eu já esperava porque desde o começo dessa perseguição comigo, eles ficam criando várias coisas […] João Amoedo, que ataca o Presidente Bolsonaro o tempo todo (no Twitter) e defendi as boas ações do Governo Federal, sempre que entendi que deveria”.

Ainda cabe recurso contra a sentença do TRE e Filipe diz que pleiteará uma nova decisão. “Cabe recurso novamente e estamos avaliando a melhor decisão a ser tomada, pois sem a vice que escolhi as coisas mudam bastante de figura. De qualquer forma, nosso propósito de servir e promover oportunidades relevantes para quem mais precisa está mais vivo do que nunca! Se não for dessa vez, nem dessa forma, será com outras portas e alianças que Deus abrirá”.