Mais Lidas

Tragédia

Empresário comete suicídio em evento com ministro e governador de Sergipe

Após fala do governador, Sadi Gitz teria se levantado de onde estava na plateia e dado um tiro na cabeça

acessibilidade:
Empresário Sadi Gitz. Foto: Prefeitura de Aracaju

O empresário Sadi Gitz, do setor de cerâmica, cometeu suicídio na manhã desta quinta (4) durante no “Simpósio de Oportunidades – Novo Cenário da Cadeia do Gás Natural” em Aracaju, Sergipe. O evento contava com a participação do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e do governador do estado, Belivaldo Chagas (PSD).

De acordo com a imprensa local, na plateia, Gitz, de 70 anos, se levantou após a fala do governador, disse algumas palavras e, em seguida, disparou um tiro na cabeça. O empresário teria gritado que o governador era um mentiroso.

Por meio de uma nota, o governo de Sergipe lamentou o ocorrido. “Por conta do ocorrido, o Simpósio de Oportunidades para o novo cenário do gás natural em Sergipe está cancelado”, completa a nota.

O empresário era dono de uma empresa de cerâmica em recuperação judicial. As dificuldades financeiras foram causadas pelo alto preço do gás. A empresa paralisou as atividades há cerca de dois meses. Gitz culpava o estado pela falência.