Mais Lidas

Disparos para todo lado

Em áudio, ex-secretário diz que Eric Seba é 'agente travestido de delegado'

'Nós temos um diretor que nem delegado é', disparou Lóssio

acessibilidade:

O clima azedou na Polícia Civil do Distrito Federal. Em áudio obtido com exclusividade pelo Diário do Poder, o delegado aposentado e ex-subsecretário do Sistema Penitenciário (Sesipe), da Secretaria de Segurança Pública, João Carlos Lóssio critica duramente o diretor-geral da PCDF, Eric Seba.

Pela primeira vez, Seba é alvo de críticas sobre o concurso interno que fez para virar delegado. Antes ele era agente da Civil e não realizou concurso público para o cargo mais alto hierarquicamente. Pela Lei, apenas delegados podem ocupar o posto mais alto da PCDF, que é o de diretor-geral.

Na conversa, em um grupo de Whatsapp, Lóssio diz: "A verdade tem que ser dita. Nós temos um diretor que nem delegado é. Fez um concurso interno em 1990. É uma vergonha! É um agente de polícia travestido de delegado. Delegados somos nós, que fizemos curso de provas e títulos. Ele não é delegado de polícia".

O delegado vai além e diz "Nós temos um diretor inconstitucional", se referindo a posição do Supremo Tribunal Federal que declarou inconstitucional, em 2009, o concurso interno a qual Seba fez parte.

Outro delegado, Fernando Cocito, também comenta com mais críticas ao diretor-geral: "Não dá para defendê-lo. O sujeito (Seba) disse para gente que entregaria o cargo e não entregou, não defendeu nosso termo circunstanciado. Ele pode ser o máximo para os canas (agentes), porque não fez concurso, só interno, virou o 'super-cana', mas com todo respeito, os senhores estão muito acima disso".

À reportagem, a comunicação da Polícia Civil minimizou os comentários de Lóssio e explicou que "o delegado Eric Seba prestou um concurso promovido pelo Estado e se submeteu a todas as provas da época. O destempero da outra parte não merece resposta". Segundo a Direção-Geral, "o que move as ofensas são interesses politiqueiros contrariados".? Lóssio foi candidato a deputado distrital pelo PSDB, mas perdeu.

Procurados, a Associação dos Delegados de Polícia do DF (Adepol-DF) e o Sindicado dos Delegados do DF (Sindepo-DF) não quiseram se manifestar. A reportagem não conseguiu contato com o delegado João Lóssio.

Ouça os áudios: