Protestos

Em ato por terras, grupo ocupa prédio do Desenvolvimento Agrário no DF

Ministério foi ocupado às 3h50, diz PM; vidros da fachada foram quebrados

acessibilidade:

Integrantes da Frente Nacional de Luta, Campo e Cidade (FNL) invadiram o prédio do Ministério do Desenvolvimento Agrário, em Brasília, na madrugada desta terça-feira, em um ato pela distribuição de terras. Segundo a Polícia Militar, o grupo é formado por 100 pessoas e entrou no imóvel por volta das 3h50.

Imagens feitas pela PM no local mostram que os vidros da porta da frente foram quebrados. Parte foi estilhaçada e caiu, mas não há registro de feridos. Os manifestantes ocupam o oitavo andar do edifício, onde o ministro Patrus Ananias faria a maior parte dos despachos no dia a dia.

Os membros da FNL não informaram se o acesso dos servidores ao prédio será vetado. Foi tentado contato por telefone com o ministério, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem. No bloco A da Esplanada dos Ministérios, também trabalham equipes do Ministério do Esporte, da Controladoria-Geral da União e da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir).

Por volta das 7h20, o grupo seguiu até a rodoviária do Plano Piloto e interditou o Eixo Monumental, principal via do centro de Brasília, com pneus e cones de sinalização queimados. O protesto durou cerca de 20 minutos, mas causou engarrafamento no acesso ao Congresso e aos ministérios. A via foi liberada pouco antes das 8h.

Reportar Erro