Mais Lidas

A importância da água

Edição do 8º Fórum Mundial da Água é oficialmente aberta em Brasília

Rollemberg deu explicações sobre a crise hídrica que assola o DF

acessibilidade:

Na manhã desta segunda-feira (20), foi oficialmente aberta a edição do 8º Fórum Mundial da Água, no Palácio do Itamaraty, com a presença de diversas autoridades, entre  elas chefes de Estado. O Governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, aproveitou o momento para dar explicações, sobre a grave críse hídrica que assola os moradores da capital federal. Brasília é a primeira cidade do hemisfério sul que sedia uma edição do Fórum Mundial da Água.

Além de diversas autoridades brasileiras, estiveram presentes na cerimônia autoridades dos seguintes países, Cabo Verde, Coreia do Sul, Eslovênia, Guiana, Guiné Equatorial, Hungria, Japão, Marrocos, Principado de Mônaco, São Tomé e Príncipe e Senegal.

Ressaltando a importância de sediar um evento desse patamar, Rollemberg afirmou que Brasília recebe a todos de braços abertos e com muito carinho, e que o evento vai deixar um legado para esta e para as futuras gerações. "Brasília é patrimônio cultural da humanidade e, a partir de hoje, a capital mundial da água. Os desafios em relação aos recursos hídricos são locais, nacionais e mundiais. Precisamos compartilhar água. Para isso, precisamos compartilhar saberes, culturas, opiniões, ideias, experiências”.

Em seu discurso, o governador do GDF falou sobre a crise hídrica que a população do Distrito Federal vem enfrentando, com constantes rodízios de água, Rollemberg salientou que a ausência de atenção nas gestões anteriores resultaram na atual situação.“O expressivo crescimento populacional ao longo de décadas, associado à falta de investimentos em infraestrutura e a três anos com volume de chuvas muito abaixo da média histórica, nos levou a uma crise hídrica. O apoio da população, aliado aos investimentos feitos pelo governo, nos permite vislumbrar tempos de segurança hídrica".

Durante toda a semana, o 8º Fórum Mundial da Água reúne pessoas do mundo inteiro para discutir e buscar maneiras de garantir o direito a água de qualidade para a população mundial. O fórum acontece de três em três anos, sendo que  essaé a primeira vez que o evento acorre no hemisfério sul. As edições anteriores  foram nas cidades de Daegu, Coreia do Sul (2015); Marselha, França (2012); Istambul, Turquia (2009); Cidade do México, México (2006); Kyoto, Japão (2003); Haia, Holanda (2000); e Marrakesh, no Marrocos (1997).

O Fórum Mundial da Água foi criado em 1996, pelo  Conselho Mundial da Água, com objetivo de estabelecer compromissos políticos acerca dos recursos hídricos. Em Brasília o evento é organizado pelo Conselho Mundial da Água, pelo GDF, que é  representado pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico (Adasa-DF) e pelo Ministério do Meio Ambiente, por meio da Agência Nacional de Águas (ANA).

Vídeos Relacionados