Rebateu

Gilmar rebate Lula sobre STF ‘se meter’: ‘autocrítica do próprio sistema’

O ministro disse que a corte não escolhe os temas que julga, apenas reage as provocações que acontecem a todo instante

acessibilidade:

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, afirmou nessa quinta-feira (27), que o presidente Lula (PT) está “fazendo uma autocrítica do próprio sistema” ao falar que o  “Supremo não tem que se meter em tudo”.

O ministro disse que a corte não escolhe os temas que julga, apenas reage as provocações que acontecem a todo instante. Gilmar também disse que falta “consenso básico” no âmbito político.

Lula fez as declarações em entrevista concedida ao UOL, na quarta-feira (26), logo após a decisão do judiciário de descriminalizar o porte de maconha para uso pessoal.

“Eu acho que o que o presidente está fazendo é uma autocrítica do próprio sistema que permite uma provocação do Supremo a toda hora. Eu já disse que o Supremo não tem uma banca pedindo causas para lá. Na verdade, são as pessoas que provocam”, disse o ministro do STF durante 12º edição do Fórum Jurídico de Lisboa.

“No passado, o PT era um partido muito intenso nesse sentido de provocação do Supremo Tribunal Federal. Hoje, são outros partidos. Esse é o modelo constitucional que está colocado”, disse Gilmar.

O ministro ainda rebateu a crítica feita por Lula, “O que o presidente está fazendo não é, se quer, talvez uma crítica, mas uma constatação de que o Tribunal é muito provocado. Isso tem a ver, talvez, com a falta de um consenso básico no meio político.”