Aliados pela infância

Ministério da Justiça com a Policia Civil do estado de São Paulo combatem pedofilia e abuso infantil

Brasil e outros sete países estão juntos na Operação Aliados pela Infância para combater abuso e exploração sexual infantil

acessibilidade:
Operação Aliados pela Infância cumpriram 50 mandados.Foto: Elza Fiuza/Arquivo Agência Brasil.

A Polícia Civil de São Paulo junto ao Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) participaram nesta segunda-feira (28), da Operação Aliados pela Infância que tem como objetivo cumprir mandados de prisão e busca e apreensão contra envolvidos em crimes de pedófilia, abuso e exploração sexual infantojuvenil na internet.  

As investigações resultaram em 50 mandados de busca e apreensão no interior e na capital de São Paulo.

Os órgãos públicos ainda não contabilizaram os números de detentos que são investigados pelos crimes de disponibilização, transmissão, distribuição, publicação, divulgação ou armazenamento de conteúdo explícito ou pornografico envolvendo crianças e adolescentes. 

Além do estado de São Paulo mais sete países fora o Brasil, estão envolvidos na operação. Entre eles estão: Argentina, Chile, Equador, Paraguai, Panamá, Porto Rico e Estados Unidos. 

Segundo o MJSP, mais de 200 pessoas foram investigadas. A polícia civil de SP já analisou cerca de 30 mil conexões e mais de 650 mil arquivos explicitos pornografia.

O coordenador do Laboratório de Operações Cibernéticas (Ciberlab), Alesandro Barreto, explicou a importância da participação do Brasil e os demais países na operação.

“A Operação de hoje demonstra a importância do trabalho investigativo integrado contra os crimes de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes na Internet. A atuação da polícia civil brasileira e as agências de aplicação da lei dos sete países demonstram a necessidade de enfrentar este tipo de crime de maneira uniforme. Muita coisa ainda por fazer nesta seara”, destacou.

 

Reportar Erro