limite de doação

Leite pede desculpa por dizer que doações podem impactar comércio

Na retratação, o governador Eduardo Leite disse que a preocupação sobre o impacto no comércio local ficará para um outro momento

acessibilidade:
O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) publicou um vídeo nas redes sociais pedindo desculpas após dizer que doações podem impactar comércio local. (Foto: Reprodução/Instagram @EduardoLeite_)

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), publicou um vídeo nas redes sociais nesta quarta-feira (15), pedindo desculpas por dizer que a quantidade de doações que o estado gaúcho está recebendo, pode “impactar no comércio local”, durante uma entrevista à rádio BandNews FM na tarde desta terça-feira (14). 

Na ocasião, o governador disse que “quando você tem um volume tão grande de doações físicas chegando ao estado, há um receio sobre o impacto que isso terá no comércio local. O reerguimento desse comércio fica dificultado à medida que você tem uma série de itens vindos de outros lugares do país”.

Na publicação de retratação, Eduardo Leite disse que a preocupação sobre o impacto no comércio local ficará para um outro momento. “Antes de mais nada, o meu agradecimento a todos pela gigantesca mobilização e solidariedade em favor do povo Gaúcho. Peço que entendam que, entre tantas preocupações que a tragédia nos traz, tem também a situação dos nossos pequenos comerciantes. Ao falar sobre essa situação, acabei misturando com a questão das doações. O impacto no comércio local vai ser uma preocupação para outro momento e não durante essa onda de solidariedade”

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Eduardo Leite (@eduardoleite45)

Leite ainda fala que o desafio do governo é lidar com a logística das inúmeras doações, que não param de chegar no estado, e como fazer com que esses itens cheguem até quem realmente precisa. 

Reportar Erro