Pedido de reação

Deputado pede investigação de empresa ‘laranja’ em presídio de Mossoró

O deputado federal Sanderson (PL-RS) solicitou na quarta-feira (21), a apuração da PGR e do TCU

acessibilidade:
O deputado federal Ubiratan Sanderson (PL-RS) solicitou na quarta-feira (21), a apuração da Procuradoria- Geral da República (PGR) e do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre obras de empresa laranja da penitenciária de Mossoró/RN. (Foto: Divulgação)

O deputado federal Ubiratan Sanderson (PL-RS) solicitou na quarta-feira (21), a apuração da Procuradoria- Geral da República (PGR) e do Tribunal de Contas da União (TCU), sobre a notícia que o jornal Estadão publicou denunciando que o governo contratou empresa “laranja” para obra no presídio de Mossoró no Rio Grande do Norte que teve fuga de dois faccionados do Comando Vermelho.  

No ofício, o deputado pede que “seja apurada em toda extensão, a contratação pelo Governo Federal, da possível empresa laranja para obras na Penitenciária Federal de Mossoró/RN”.  

Sanderson ainda levanta que nas notícias veiculadas, a empresa contratada para a realização de obras no presídio, “tem como proprietário um indivíduo que não teria lastro econômico para titular a mencionada empresa, residindo em região humilde localizada na periferia de Brasília”. E ainda ressalta que a responsável pela obra “Também teria sido beneficiária de auxílio emergencial, não obstante a referida empresa, R7 Facilities, tenha tido, em tese, um faturamento anual de R$195 milhões”. 

Reportar Erro