Tuxaua

PF faz operação contra abuso sexual infantil em aldeia indígena

Os abusos eram praticados pelos tios da vítima que foram presos durante a operação

acessibilidade:
Agentes da PF foram às ruas na manhã desta quinta-feira (4) para investigar o caso. (Foto: Reprodução/PF).

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (5) operação policial com o para reprimir o abuso sexual de crianças e adolescentes em uma aldeia indígena no município de Autazes (AM).

Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva contra dois homens suspeitos de abusar sexualmente de uma criança de 12 anos, sobrinha dos presos. Os abusos teriam começado quando a vítima tinha 11 anos.

Um dos suspeitos tem papel de liderança na aldeia (tuxaua) e estaria utilizando da sua condição para constranger e ameaçar testemunhas do suposto crime. Ele teria o poder de dificultar ou mesmo impedir outros indígenas da aldeia a ter acesso a benefícios sociais como bolsa família e salário maternidade.

Os investigados devem responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de estupro de vulnerável, abuso de poder, coação de vítimas e cerceamento de direito básicos de indígenas de sua mesma comunidade.

Reportar Erro