STF

Dino diz que encerrará capítulo de 18 anos na política

Dino irá renunciar ao cargo no Congresso na quarta-feira (21) e tomará posse no Supremo na quinta-feira (22)

acessibilidade:
Dino fará uso da palavra na Tribuna do Senado por meio da TV Senado e pela internet (Foto: Reprodução/YouTubE)

O senador e ministro indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF), Flávio Dino (PSB-MA), anunciou que encerra nesta terça-feira (20) um importante capítulo de sua vida política. Dino irá renunciar ao cargo no Congresso na quarta-feira (21) e tomará posse no Supremo Tribunal Federal na quinta-feira (22). 

Antes de sua indicação ao STF pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Dino ocupava o posto de ministro da Justiça e Segurança Pública. Ele permaneceu à frente do Ministério da Justiça por 13 meses, deixando o cargo no dia 1º de fevereiro de 2024. Quem ficou em seu cargo foi Ricardo Lewandowski, que ocupou uma cadeira no Supremo até abril de 2023. 

Hoje (20), às 16h, Flávio Dino fará uso da palavra na Tribuna do Senado, convidando as pessoas a acompanharem seu discurso por meio da TV Senado e pela internet. 

 

Reportar Erro