Convescote de luxo

Picanha, filé mignon, bacalhau… veja o cardápio de R$400 mil do CNJ

Os alimentos vão ser divididos em proteínas e acompanhamentos, segundo o que diz a solicitação

acessibilidade:
Os acompanhamentos incluem arroz branco e arroz integral, que poderão ser preparados à grega, como carreteiro ou com brócolis (Foto: Luiz Silveira/Agência CNJ)

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), sob a liderança do ministro Luís Roberto Barroso, vai gastar quase R$ 400 mil para contratar uma empresa responsável pelas refeições em eventos realizados pelo CNJ. 

Os alimentos vão ser divididos em proteínas e acompanhamentos, segundo o que diz a solicitação. 

Na primeira subdivisão, referente à carne de ave, o CNJ requisitou peito de frango, que será servido grelhado com ervas finas, e filé de frango, preparado com molho de quatro queijos, além de outras variações como estrogonofe, à Kiev e salpicão defumado. A segunda subdivisão, relacionada aos peixes, inclui salmão, bacalhau, robalo e outros. A terceira categoria abrange tofu e hambúrguer de grão-de-bico. Quanto às carnes vermelhas, a lista contempla filé mignon para pratos com molhos madeira, de quatro queijos e de mostarda, além de carne de sol na moranga e picanha. 

Os acompanhamentos incluem arroz branco e arroz integral, que poderão ser preparados à grega, como carreteiro ou com brócolis. Além disso, haverá opções como tortas, massas em geral, pudins, musses, frutas e outros alimentos. 

Conforme o pedido, as refeições seguirão o formato americano, sendo acondicionadas em réchaud (para alimentos quentes) e travessas (para alimentos frios ou em temperatura ambiente), fornecidas pela contratada e lacradas com filme PVC ou outro material equivalente. 

Apesar de não incluir serviço de garçom, o preço englobará talheres, louças, sousplats, jogos americanos, taças, copos e outros utensílios essenciais para a composição da mesa. 

Reportar Erro