TRE

TRE-PR forma maioria contra cassação de Sérgio Moro

O placar do julgamento está em três votos contra a cassação e dois votos favoráveis

acessibilidade:

O desembargador Anderson Ricardo Fogaça; do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), votou nesta terça-feira (9) a favor da cassação do mandato do senador Sergio Moro (União-PR).

O placar do julgamento está em 4 votos pela absolvição de Moro, contra 2 votos pela condenação e cassação do parlamentar.

Ainda falta voltar o desembargador Sigurd Roberto Bengtsson; presidente da corte eleitoral.

Votaram contra a cassação:
O desembargador Luciano Falavinha, relator do caso,  Claudia Cristofani, Guilherme Denz e Anderson Ricardo Fogaça.

Contra Moro, votaram José Rodrigo Sade e Julio Jacob Junior.

Acusação contra Moro

O tribunal julga duas ações nas quais o PT, o PL e o Ministério Público Eleitoral (MPE) acusam Moro de abuso de poder econômico pela suposta realização de gastos irregulares no período de pré-campanha, nas eleições de 2022.

No final de 2021, Moro estava filiado ao Podemos e realizou atos de pré-candidatura à Presidência da República.

De acordo com a acusação, houve “desvantagem ilícita” em favor dos demais concorrentes ao cargo de senador diante dos “altos investimentos financeiros” realizados antes de Moro deixar a sigla e se candidatar ao Senado pelo União Brasil.

Reportar Erro