Vice-presidente

Seca na Amazônia: Alckmin anuncia visita à região

O vice-presidente afirmou que vai desembarcar em Manaus na manhã desta quarta-feira (4) junto a ministros do governo

acessibilidade:
Vice-presidente do Brasil, Geraldo Alckmin. (Foto: Reprodução de vídeo).

O vice-presidente do país, Geraldo Alckmin (PSB), afirmou nesta terça-feira (03) que vai visitar o estado do Amazonas junto a uma equipe de ministros.

A comitiva desembarcará em Manaus para avaliar os impactos econômicos e sociais que a região vem sofrendo devido a uma seca sem precedentes.

“Nós vamos fazer, agora à tarde, uma reunião com oito ministérios em Brasília, de trabalho, e amanhã cedinho eu vou para Manaus com vários ministros para a gente trabalhar junto com autoridades da região do Amazonas, do setor produtivo, sociedade civil, para gravidade do problema da questão da seca no Amazonas“, disse Alckmin na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP).

A seca que a região Norte do país está enfrentando, tendo o Amazonas como o estado mais afetado, tem levado os principais rios a níveis muitos baixos, impactando a população, fauna e flora local.

Mais de 120 botos-cor -de-rosa e tucuxis cinzas morreram no Lago Tefé, no Amazonas, desde a semana passada, de acordo com o Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá.

Foto: Miguel Monteiro/Instituto Mamirauá.

De acordo com a Defesa Civil do Amazonas, 16 dos 62 municípios estão em situação de emergência devido à falta de água, e outros 39 estão em alerta. Mais de 80 mil pessoas são afetadas pelo clima.

Os efeitos da seca são visíveis nos grandes rios, como o Negro, Solimões, Purus, Juruá e Madeira. O Porto de Manaus informa que o nível do rio Negro tem baixado cerca de 30 cm por dia.

Reportar Erro