Nicola Cotugno

Pressionado por ‘apagão’ em SP, presidente da Enel deixa cargo

Cotugno deixa a empresa 20 dias depois de uma tempestade que deixou milhares de pessoas sem luz na Grande São Paulo

acessibilidade:
Segundo nota da Enel, Nicola vai se aposentar. (Foto:Reprodução/Youtube).

O presidente da Enel no Brasil, Nicola Cotugno, deixa o cargo nesta quinta-feira (23). Antonio Scala, executivo da empresa, assume a presidência da empresa. Segundo nota da Enel, Nicola vai se aposentar.

Cotugno deixa a empresa 20 dias depois de uma tempestade que deixou milhares de pessoas sem luz na Grande São Paulo por uma semana.

A empresa foi acionada pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), ligada ao Ministério da Justiça. A Enel é alvo de duas Comissões Parlamentares de Inquéritos (CPIS), uma na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), e uma na Câmara Municipal.

Cotugno chegou a depor na CPI da Alesp. Durante a sessão, no dia 14, houve quedas de energia.

 

 

Reportar Erro