Cepea

Poder de compra do avicultor cai frente ao farelo de soja

A desvalorização do frango vivo é atribuída ao enfraquecimento das vendas de proteínas e ao aumento da disponibilidade interna

acessibilidade:
Os dados são do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). (Foto: Pixabay).

Os preços médios do frango vivo em maio caíram em comparação com os valores observados em abril. Por outro lado, os preços do farelo de soja, um insumo crucial para a atividade, estão em forte alta.

Isso resultou em uma diminuição do poder de compra do avicultor em relação ao farelo de soja.

De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), essa queda já é a mais acentuada desde dezembro do ano passado.

Os dados do levantamento mostram que, até o dia 22 de maio, a venda de um quilo de frango vivo permitia ao avicultor comprar 2,28 quilos de farelo de soja.

O que representa uma retração significativa de 13,1% em relação à quantidade que poderia ser adquirida em abril, sendo o menor volume deste ano.

A desvalorização do frango vivo é atribuída ao enfraquecimento das vendas de proteínas e ao aumento da disponibilidade interna, segundo pesquisadores do Cepea.

Como resultado, muitos agentes de frigoríficos têm evitado a aquisição de novos lotes, a fim de não aumentar os volumes de carne em estoque.