Senador catarinense

Julgamento sobre cassação de Jorje Seif é suspenso no TSE

A ação será retomada no dia 16 de abril com o voto do relator, Floriano de Azevedo Marques

acessibilidade:
Senador Jorge Seif (PL-SC). (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado).

O julgamento que pode resultar na cassação do senador Jorge Seif (PL-SC) foi suspenso nesta quinta-feira (4), após manifestação do Ministério Público Eleitoral (MPE).

A ação será retomada no dia 16 de abril com o voto do relator, Floriano de Azevedo Marques.

O julgamento que está no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), presidido pelo ministro Alexandre de Moraes, analisa uma acusação de abuso de poder econômico.

O julgamento se origina em ação movida pelos partidos PSD, União Brasil e Patriota contra o senador e seus suplentes Hermes Klann e drian Rogers Censi.

O pedido da coligação é por cassação e inelegibilidade da chapa.

Segundo a coligação, Seif teria sido beneficiado na última campanha eleitoral pelos empresários Luciano Hang, dono da Havan, e Almir Manoel Atanázio dos Santos, presidente do Sindicato das Indústrias de Calçados de São João Batista (SC).

O que está em discussão pelos magistrados é se esses serviços, estimados em R$ 380 mil, foram discriminados na prestação de contas apresentada à Justiça Eleitoral.

A sessão desta quinta foi dedicada apenas à leitura do relatório do caso e às sustentações orais da acusação, das defesas e da Procuradoria-Geral Eleitoral.

O senador nega ter cometido as supostas irregularidades.

 

Reportar Erro