Mercado Financeiro

Em dia de alta, dólar fecha no maior valor desde maio: R$5,06

Antes de fechar nos R$5,066, a moeda norte-americana chegou a R$5,0805, a máxima desta segunda-feira (2)

acessibilidade:
O dólar opera em alta, acima dos R$5,20, nesta segunda-feira (15), refletindo a escalada dos conflitos no Oriente Médio.(Foto: Marcello Casal Jr/ABr).

O dólar americano fechou nesta segunda-feira (2) com uma valorização de 0,79%, sendo negociada a R$5,066, o maior nível desde o dia 31 de maio deste ano.

Antes de fechar nos R$5,06, a moeda norte-americana chegou a R$5,0805, a máxima desta segunda-feira (2).

O aumento é parte de uma tendência global, onde o dólar tem se valorizado em relação a todas as moedas do mundo nas últimas semanas. Este fenômeno é atribuído a um período de maior aversão ao risco nos mercados globais.

Apesar da agenda do dia não apresentar muitas divulgações importantes capazes de influenciar na variação da moeda, os investidores estão atentos a alguns dados que serão divulgados ao longo da semana. O destaque fica para os números de emprego nos Estados Unidos, que são aguardados com grande expectativa.

Na última sexta-feira (29), o dólar fechou em queda de 0,26%, sendo negociado a R$5,02.

No mercado comercial, o dólar é negociado a R$ 5,066. Este valor é um indicativo importante para empresas e investidores que realizam transações internacionais.

Nas casas de câmbio, o cenário é um pouco diferente. O dólar turismo é cotado a R$5,190. Na última sexta-feira (29), a moeda era negociada a R$5,026.

Reportar Erro