Paradoxo Fiscal

Brasil é o país com pior retorno de impostos do mundo

Mesmo liderando a infeliz estatística, o Brasil está na lista dos países que mais cobram impostos da população

acessibilidade:
Os dados são de um levantamento elaborado pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). (Foto: Reprodução/Site Impostômetro).

O Brasil, apesar de estar entre os 30 países com a maior carga tributária, é país com pior retorno desses valores para o bem-estar da população, não resultando em melhorias significativas para a qualidade de vida dos brasileiros.

Por outro lado, países como Irlanda, Suíça, Estados Unidos, Austrália e Coréia do Sul são exemplos de boa gestão dos recursos públicos.

A Irlanda, em particular, lidera o ranking pelo sexto ano consecutivo, demonstrando uma eficiente aplicação dos tributos arrecadados para melhorar a qualidade de vida de seus cidadãos.

Os dados são de um levantamento elaborado pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT).

O Índice de Retorno ao Bem Estar da Sociedade (IRBES) classifica os países com base na carga tributária sobre o Produto Interno Bruto (PIB) e no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Em 2022, a Irlanda, com uma carga tributária de 20,90% e um IDH de 0,950, obteve o maior índice IRBES de 171,72. Seguido pela Suíça, os Estados Unidos, a Austrália e a Coréia do Sul.

Infelizmente, o Brasil, com uma alta carga tributária e um baixo retorno desses valores, figura como último no ranking do IRBES. O país fica atrás de outros países sul-americanos, como Uruguai (9º) e Argentina (22º).

O Chile, apesar de ter uma carga tributária mais baixa, provavelmente também estaria à frente do Brasil se fizesse parte do ranking.