Mais Lidas

Mensalão do DEM

Durval reafirma pagamento de propina para empresa Linknet

A delação teve que ser refeita devido a falha na gravação

acessibilidade:

Em depoimento à 7ª Vara Criminal de Brasília o delator do Mensalão do DEM, Durval Barbosa, reafirmou o superfaturamento e pagamento de propina em contratos com a empresa de tecnologia Linknet, acusada de abastecer o esquema de corrupção.

A delação de Durval Barbosa teve que ser refeita devido a falha na gravação dos depoimentos anteriores. Barbosa ressaltou que a “cobrança de pedágio” era realizada através de contratos de emergência e de faturas de reconhecimento de dívidas.

Os outros réus neste processo são o ex-governador José Roberto Arruda (PR), o ex-vice Paulo Octávio e o ex-chefe da Casa Civil José Geraldo Maciel. Além dos executivos,  Marcelo Carvalho de Oliveira, o ex-secretário de Planejamento Ricardo Pinheiro Penna, o procurador federal Roberto Eduardo Ventura Giffoni e um dos donos da Linknet  Gilberto Batista de Lucena.