Modus operandi

TRE confirma fake news de Grass e dá direito de resposta a Ibaneis

Candidato aliado do PT manipulou falas do governador para "construir uma narrativa inverossímil" sobre morte de mulher na fila do CRAS

acessibilidade:
Ex-candidato Leandro Grass (PT/PV).

O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) deu ganho de causa ao governador Ibaneis Rocha (MDB) contra o candidato adotado pelo PT, Leandro Grass (PV), que fez uso de campanha irregular de caráter difamatório, o que é vedado pela legislação. Confira a íntegra da decisão

De acordo com a decisão do juiz auxiliar Demetrius Gomes Cavalcanti, Grass “o utilizou-se de um fato (morte de uma pessoa na fila do CRAS) e uma fala do Representante (Ibaneis), segundo a qual estaria tranquilo quanto a saúde no DF, para construir uma narrativa inverossímil de que o Representante dormia tranquilo com a morte de uma pessoa na fila do CRAS”.

“Destaco que a disseminação de notícia notoriamente inverídica traz grande possibilidade de risco de dano ao processo eleitoral, razão pela qual a propaganda em questão deve ser interrompida”, decidiu.

O magistrado lembra também que a legislação prevê direito de resposta por “afirmação caluniosa, difamatória, injuriosa ou sabidamente inverídica” e, por isso, proibiu a veiculação por um dia de propaganda de Leandro Grass.

Como o período de propaganda já se encerrou, apenas o direito de resposta deverá ser veiculado para que o governador se manifeste sobre o caso à população.