Pesquisa

Taxa de desemprego se mantém estável no Distrito Federal

Avaliação foi feita na comparação entre fevereiro de 2023 e o mesmo período do ano anterior

acessibilidade:
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A taxa de desemprego se manteve estável, de 17% para 16,8%, no período de fevereiro de 2022 até fevereiro deste ano, segundo a Pesquisa de Emprego e Desemprego do Distrito Federal (PED-DF), divulgada nesta terça-feira (28).

De acordo com o levantamento, a redução do número de desempregados se deu por conta do decréscimo da População Economicamente Ativa (PEA), registrando que 41 mil pessoas saíram do mercado de trabalho neste período. 

O nível de ocupação também teve retração, 31 mil postos a menos. Esse comportamento foi observado em quase todos os setores analisados.

Esses dados também indicam que a taxa de participação, (pessoas com 14 anos ou mais no mercado de trabalho,  recuou 2,5 pontos percentuais (p.p.), ao passar de 64,7% para 62,2%. 

Em relação a janeiro, a taxa de desemprego aumentou 1 ponto percentual, passando de 15,8% para 16,8%,  da PEA. Esse crescimento é justificado pelo declínio da quantidade de ocupados, 20 mil postos de trabalho, que ocorreu devido à redução dos postos de trabalho nos setores de serviços e construção.

Na PMB, a taxa da População Economicamente Ativa foi de 21% em fevereiro de 2023. Já a taxa de participação, pouco variou no intervalo mensal deste ano, 66,7% para 66,5%.

No mês de fevereiro, 502 mil pessoas estavam ocupadas na PMB, número 2,5% menor que o de janeiro. Assim como no DF, essa redução ocorreu por conta da retração no setor de serviços, -4,1% ou 12 mil.

A pesquisa foi elaborada pelo Instituto de Pesquisa e Estatística do DF e o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Reportar Erro