Agricultura familiar

Programa do GDF destina mais de R$ 10 milhões à agricultura familiar

O programa irá destinar 2 mil toneladas à alimentação escolar

acessibilidade:
As quase 2 mil toneladas de alimentos serão destinadas a escolas do DF e entorno, em uma parceria entre a Secretaria da Agricultura e a Secretaria de Educação | Foto: Divulgação / Seagri-DF

 

Estão abertos os dois últimos editais do Programa de Aquisição da Produção da Agricultura (PAPA/DF) do ano, chamadas públicas n°5 e n°6, que destinarão mais de R$ 10 milhões à agricultura familiar do Distrito Federal.

O governo do Distrito Federal (GDF) irá adquirir feijão carioca, farinha de milho flocada, arroz branco polido, colorífico/colorau, cúrcuma em pó/açafrão da terra e farinha de mandioca. As quase 2 mil toneladas de alimentos serão destinadas a escolas do DF e entorno, em uma parceria entre a Secretaria da Agricultura e a Secretaria de Educação.

Os agricultores familiares e organizações interessadas em fornecer os produtos deverão encaminhar os documentos de habilitação e a Proposta Técnica de Venda – PTV até o dia 17 de janeiro de 2023

O PAPA-DF

É um programa já conhecido e bem sucedido no Distrito Federal. De 2019 a outubro de 2022, foram quase 800 agricultores familiares contemplados e mais de 60 mil pessoas beneficiadas com a doação de alimentos. Só em 2022, foram mais de R$ 15,4 milhões contratados por meio do PAPA/DF, para atendimento a demandas do poder executivo do Distrito Federal.

A cooperação entre as duas secretarias também não é novidade. Neste ano, outras demandas escolares já haviam sido atendidas pelos agricultores familiares do DF por meio do programa, com o fornecimento de quase R$ 10 milhões em produtos lácteos, como manteiga e queijo muçarela.

O diretor de Compras Institucionais da Seagri-DF, Lúcio Flavio, mantém boas expectativas para o setor de compras de institucionais em 2023. “No próximo ano, em parceria com a Secretaria de Educação, devemos iniciar o projeto piloto da compra de orgânicos. O projeto, apresentado pelo Grupo de Acompanhamento do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), composto por representantes da SEE/DF, Seagri/DF e Emater/DF, deve atender a duas regionais de ensino”, finalizou Lúcio Flávio.

Os agricultores familiares e organizações interessadas em fornecer os produtos deverão encaminhar os documentos de habilitação e a Proposta Técnica de Venda – PTV até o dia 17 de janeiro de 2023. Os editais estão disponíveis no link https://www.agricultura.df.gov.br/editais-papa-df-2022/.

*Com informações da Seagri-DF