CPI dos Atos Antidemocráticos

Deputado quer convocar major da reserva da PMDF que foi preso hoje

acessibilidade:
Fábio Felix ressalta que as investigações apontam que ele teria ensinado táticas de guerrilha Foto: CLDF

O deputado distrital Fábio Félix (Psol) quer convocar o major da reserva da PMDF, Cláudio Mendes dos Santos, para prestar depoimento na CPI dos Atos Antidemocráticos da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF).

No requerimento o distrital ressalta que as investigações apontam que o major teria treinado participantes do acampamento em frente ao QG do Exército.

“As investigações apontam que ele teria ensinado táticas de guerrilha para os participantes do acampamento. O PM usava do título para endossar discursos a favor de uma intervenção. Era um dos líderes que mais discursava no palco improvisado montado em um caminhão no QG de Brasília e chegou a levar o filho de 8 anos para o acampamento. Ele se apresentava como major Cláudio Santa Cruz e se vangloriava por ter sido do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope)”.

A Polícia Federal (PF) prendeu Cláudio nesta manhã (23), no momento da prisão o oficial estava em casa e não apresentou resistência. A prisão ocorreu no âmbito da 9ª fase da Operação Lesa Pátria.

De acordo com as investigações da PF, o oficial teria permanecido por dois meses no acampamento “Os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de ebulição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido”.

Reportar Erro