Para reserva

Preso pelo 8 de janeiro, coronel Naime entra para reserva da PMDF

Com a transferência para reserva remunerada, Naime poderá ter a prisão revogada, já que PMs da reserva estão sendo soltos por Moraes.

acessibilidade:
Ex-comandante de operações da Polícia Militar do Distrito Federal, o coronel Jorge Eduardo Naime. (Foto: Agência Senado)

Ex comandante de operações da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), o coronel Jorge Eduardo Naime foi transferido para a reserva remunerada. A decisão consta na publicação de hoje (07) do Diário Oficial do Distrito Federal.

A ida de Naime para a reserva poderá ser uma passagem para a revogação da prisão do oficial. Nas últimas decisões do STF relacionadas aos PMs que chegaram a ser presos, o ministro-relator do inquérito, Alexandre de Moraes, vem considerando que militares da ativa representariam risco às investigações caso fossem colocados em liberdade. Apenas aquelas da reserva receberam a liberdade provisória.

O oficial que está preso desde fevereiro do ano passado por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), em decorrência das investigações do 8 de janeiro, tem o pedido de soltura requerido pela sua defesa. A qual nega qualquer proximidade do militar com a política.

Naime estava preso na Papuda, mas, em setembro de 2023, foi transferido para a prisão militar do 19° Batalhão de Polícia Militar.

Reportar Erro