Mais Lidas

operação burolano

Operação da PF mira supostos contratos superfaturados no DNIT

Investigação aponta compra superfaturada de mobiliário pelo órgão público

acessibilidade:
PF investiga contratos superfaturados do DNIT. Foto: Reprodução internet

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta terça-feira (26), ação para investigar supostas fraudes em contratos do Departamento Nacional de Infraestrutura (DNIT).

São cumpridos 22 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e no estado de São Paulo. A 15ª Vara Criminal Federal  do DF também expediu ordem para bloquear bens e valores que alcançam R$ 12 milhões.

Segundo a PF, entre 2016 e 2017, o órgão teria contratado móveis com valores superfaturados que beneficiava um suposto cartel entre empresas participantes dos processos licitatórios com a administração pública.

Os suspeitos podem responder pelos crimes de fraude ao processo de licitação e peculato, cujas penas combinadas podem chegar a 16 anos de prisão.