Mais Lidas

Vacinação contra Covid

DF reabre agendamento para pessoas de 50 a 59 anos sem comorbidades

A Secretaria de Saúde remanejou 8 mil doses para dar continuidde a imunização deste público

acessibilidade:
Duas mãos segurando seringa
Vacinação. Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal reabriu neste terça-feira (14),  o agendamento para vacinação contra o novo coronavírus, para pessoas entre 50 e 59 anos, sem comorbidades. São mais 8 8.064 doses destinadas a este público.

O agendamento é on-line, feito no site da própria Secretaria de Saúde. Lá é possível escolher um dos sete pontos de vacinação: no estacionamento 13 do Parque da Cidade, na Policlínica do Lago Sul, na UBS 5 da Ceilândia, Drive-thru da Regional de Ensino de Sobradinho II, Faculdade Unieuro de Águas Claras, no Iguatemi Shopping e no Sesi do Gama. Além da data e horário para ser atendido.

A pasta não explicou como, mas informou, que a continuidade da vacinação só ocorreu depois do remanejamento de 8 mil doses.

É importante ressaltar, que a pessoa que agendar, mas por algum motivo não puder comparecer no dia marcado, tem o prazo de cinco dias para ir se vacinar, na mesma unidade em que foi feita a reserva da dose. Caso isso não ocorra, essa pessoa perde a prioridade para imunização.

Vale ressaltar que pessoas com 60 anos, ou mais, não precisam de agendamento, elas podem receber a vacina diretamente nos postos de vacinação.

Recorde de vacinação em um dia

Nessa segunda-feira (14), a Secretaria de Saúde vacinou 25.550 pessoas com a primeira dose D1 da vacina contra covid-19 no Distrito Federal, o maior número de vacinados com a D1 em um único dia, desde o início do processo de vacinação. O maior dia de aplicação de D1 havia sido em 30 de abril, com 23.601 doses.

Segundo dados da Secretaria de Saúde, no dia 11 de junho, foi aberto o processo para o período de 12 a 18 de junho, sendo ofertadas 123.424 vagas. Até esta segunda-feira, tinham sido agendadas 120 mil pessoas para receberem a vacina durante esta semana. ( Com informações Agência Brasília)