Mais Lidas

melhorias

DF: Concessão do metrô deve reduzir tempo de espera e ampliar capacidade

População está convidada a participar das consultas públicas para sugerir mudanças e entender detalhes da contratação

acessibilidade:
GDF abre consulta pública para licitar empresa gestora parao Metrô-DF. Foto: Agência Brasília

A Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) realizou, no último mês, uma parceria público-privada (PPP) para a concessão dos serviços pelos próximos 30 anos. O novo projeto prevê um aumento da capacidade de passageiros em 70%, indo de 19 mil pessoas transportadas nos horários de pico, para 32 mil ao longo do período de vigência da parceria.

A redução do tempo de espera também está na lista de melhorias. O número de carros deverá subir de 24 para 35, com isso, a espera média nas plataformas deverá cair em 40% nos períodos de pico. O projeto prevê ainda a instalação de ar-condicionado em todos os veículos, além de melhoria nas estações, em termos de funcionabilidade, acessibilidade, segurança e informação ao usuário, além da conclusão, pela concessionária, da Estação 104 Sul.

Para dar maior transparência à contratação, a Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) tem ouvido as demandas da população por meio de audiências e consultas públicas. A população foi esclarecida sobre as disposições do contrato, a pasta salientou que não se trata de uma privatização e que todos os bens associados à concessão serão revertidos ao patrimônio público após o término do contrato.

Segundo estudos, a concessão do Metrô deve gerar uma economia anual mínima de R$ 175 milhões, ao longo de 30 anos. Esses recursos poderão ser utilizados para a expansão da própria infraestrutura metroviária e aplicados em outras necessidades do Governo do Distrito Federal.

As mudanças da gestão do Metrô estão disponíveis á consulta pública até o dia 14 de outubro. A população pode enviar sugestões à Semob, por meio de formulário eletrônico disponível no site da pasta. Os interessados também podem contribuir com correspondência enviada pelo Correio. O endereço para envio é: Setor de Áreas Isoladas Norte – SAIN – Estação Rodoferroviária Sobreloja Ala Sul – CEP: 70631-900, Brasília/DF. (Com informações da Agência Brasília)