Mais Lidas

Folia começa sábado

Desfiles do carnaval de rua aumentam 25% e chegam a 491

Desfiles do carnaval de rua aumentam 25% e chegam a 491

acessibilidade:

O carnaval de rua de São Paulo terá 491 desfiles oficiais em 2018, número 25% maior que o do ano anterior. A programação oficial foi divulgada nesta quarta-feira, 31, a dois dias do início das atividades, que começam neste sábado, 3, e seguem até 18 de fevereiro. O número está, contudo, abaixo da expectativa inicial da Prefeitura, que era de mais de 550 blocos.

Segundo o prefeito João Doria (PSDB), a expectativa de público é de 4 milhões de pessoas, incluindo turistas de outros Estados e estrangeiros. Para ele, São Paulo está no páreo para superar em breve Salvador no número de foliões. Além disso, estima-se que o comércio e serviços da cidade tenham um faturamento de R$ 500 milhões.

Os desfiles começam a partir das 9 horas. O horário de encerramento varia entre as prefeituras regionais, chegando até as 22 horas, que é o permitido na região da Prefeitura Regional da Sé. Nas outras prefeituras com maior concentração de blocos, os horários serão 20 horas (Pinheiros e Vila Mariana), 21 horas (Lapa).

A programação deste fim de semana traz 187 desfiles,  alguns com blocos que devem atrair um grande público, como o Ritaleena e o Casa Comigo, em Pinheiros, o Acadêmicos do Baixo Augusta, na região central, e o Bicho Maluco Beleza (do cantor Alceu Valença), o Monobloco e o Frevo Mulher (da cantora Elba Ramalho), nas imediações do Parque do Ibirapuera, na zona sul. 

Além disso, a Prefeitura instalará um palco para shows no Vale do Anhangabaú,na região central, que receberá shows durante os próximos três fins de semana. Dentre as atrações, estão a banda Raça Negra e o rapper Rincon Sapiência.

Doria. O prefeito de São Paulo passará a segunda-feira de Carnaval, 12, no Rio de Janeiro, a convite do prefeito Marcelo Crivella (PRB), enquanto, no dia seguinte, embarcará para Salvador, onde estará acompanhado do prefeito local ACM Neto (DEM). "São os três maiores carnavais do País (junto com São Paulo). E ainda tem o carnaval de Recife, mas, como eu não recebi convite de Recife, ficou limitado ao Rio e a Salvador", conta. (AE)