Solidariedade cristã

Samaritan’s Purse levou 41 toneladas de doações dos EUA às vítimas no RS

Itens essenciais como suprimentos e purificadores de água foram trazidos pela organização norte-americana de Franklin Graham

acessibilidade:
Aviões da Samaritan's Purse trouxeram ajuda dos Estados Unidos para vítimas gaúchas das enchentes no Sul do Brasil (Foto: FAB)

A organização cristã norte-americana  levou às vítimas do desastre das enchentes do Rio Grande do Sul 41 toneladas de doações dos Estados Unidos para ajuda humanitária aos gaúchos. Desde o último dia 8 deste mês de maio, aviões da entidade de Franklin Graham pousaram na Base Aérea de Canoas, com equipes e itens essenciais para a sobrevivência dos afetados pela catástrofe climática que já matou 151 pessoas, desde 29 de abril.

No domingo (12) uma aeronave da Samaritan’s Purse, um Boeing 757, trouxe 18 toneladas fez o transporte humanitário de suprimentos emergenciais, equipamentos para socorristas e voluntários que atuam no desastre. No dia seguinte, segunda (13), outro avião da entidade do filho do falecido pastor Billy Graham, um DC-8, levou mais 23 toneladas de donativos como kits de higiene, cobertores, geradores e purificadores de água capazes de fornecer água potável para 10.000 pessoas por dia.

“Ao lado do nosso avião está escrito ‘Ajudando em nome de Jesus’. Somos uma organização humanitária cristã e nosso objetivo é ajudar qualquer pessoa que pudermos o mais rápido possível “, explicou o piloto do Boeing 757, Andrew Klischer.

Ainda no último dia 8, a Samaritan’s Purse levou a Porto Alegre (RS) profissionais de sua equipe de Resposta Assistida em Desastres. E o grupo passou a atuar em parceria com autoridades gaúchas e brasileiras, com uma rede de igrejas locais para desenvolver ações nas comunidades devastadas e ajudar as famílias deslocadas no Sul do Brasil.

A organização cristã é não denominacional, e fornece ajuda espiritual e física às vítimas de guerra, desastres naturais, doenças, fome, pobreza e perseguição em mais de 100 países. Estas informações e o vídeo abaixo foram divulgados pela Força Aérea Brasileira (FAB):

Reportar Erro