'Sem oposição ao Brasil'

Mourão reafirma oposição a Lula, mas garante apoio a reformas

General que foi vice de Bolsonaro indica apoio a eventual avanço de Lula em reformas

acessibilidade:
Senador Hamilton Mourão (Republicanos-RS) critica investimento de Lula em Museu da Democracia.(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Ao reafirmar sua postura de oposição ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o senador eleito e ex-vice-presidente da República, general Hamilton Mourão (Republicanos-RS), ponderou que não fará oposição ao Brasil e contribuirá com o governo petista, se este fizer avançar as grandes reformas que considera essenciais ao país. As declarações do ex-vice de Jair Bolsonaro (PL) foram dadas à TV Senado.

Ao indicar apoio ao governo de Lula para avançar em reforma, Mourão ressaltou a clareza de sua visão de que tem ideias totalmente opostas ao governo de Lula, e também antecipou que fará oposição constantes às suas pautas do petista que considerar “esquerdizantes, que vão no caminho do déficit público, não respeitando o equilíbrio fiscal”.

“Essas pautas não terão o meu apoio; terão a minha oposição constante. Agora, eu não faço oposição ao Brasil. Se esse governo abrir os olhos e entender que se não abraçar as causas das grandes reformas o país não tem jeito, e se fizer avançar essas reformas, contará com o meu apoio porque isso é bom para o Brasil, independentemente de quem for o governante de turno”, declarou Mourão.

O ex-vice-presidente da República foi eleito para o mandato de senador que assumirá em 1º de fevereiro, com cerca de 2,6 milhões de votos da população gaúcha.